Andrew Lincoln diz que The Walking Dead pode continuar sem Rick Grimes

Atores vêm e vão de The Walking Dead a níveis alarmantes. Os personagens são constantemente apresentados e mortos, levando a uma porta giratória – tudo bem, talvez não seja o melhor exemplo neste caso, considerando o que aconteceu com o Noah de Tyler James Williams – de novos rostos chegando. E há muitos rostos. Atualmente, existem 20 regulares no elenco de The Walking Dead, e apenas cinco deles estão lá desde a 1ª temporada (e isso inclui Lennie James, que apareceu no primeiro episódio, foi embora e depois retornou integralmente na 6ª temporada).

Mas mesmo com todas as mudanças, o nome no topo da folha de chamadas permaneceu o mesmo: Andrew Lincoln. No entanto, até mesmo o mais comprometido dos atores – e eu nunca vi um ator principal mais comprometido mental, física e emocionalmente com seu show como Lincoln – pode ficar inquieto depois de um longo período. Com The Walking Dead agora entrando em sua oitava temporada, não se pode deixar de perguntar se Lincoln poderia estar pensando na vida após o show.

Você não pode deixar de se perguntar especialmente quando ele conta uma história como essa:

“Eu estava conversando com James BadgeDale sobre atuação, e nós estávamos apenas falando sobre completar histórias”, diz Lincoln. “Eu acho que há um sentimento inato, eu certamente tenho, que eu amo fazer uma peça ou fazer o filme porque você consegue colocar um ponto final e você consegue fazê-lo todas as noites, o que é realmente emocionante. A TV é diferente. O formato é diferente porque é sobre um tipo de continuidade. Mas, você sabe, há um sentido para mim que realmente precisa de algum… parece que estou na cabeça do psiquiatra, mas há uma conclusão que acho que eu mereço por fazer isso por tanto tempo. E também provavelmente a audiência gostaria de uma conclusão”.

Lincoln não estava falando sobre o show terminar mais cedo ou mais tarde. Em vez disso, ele estava discutindo a possibilidade de o show prosseguir sem ele, o que ele diz que poderia ser apenas o toque que o show precisa.

“Há apenas tantas maneiras pelas quais você pode dobrar e esticar isso e aquilo. Não estou dizendo que o show acabaria, mas certamente acho que há uma oportunidade para o show mudar em algum momento, e acho que deveria”.

The Walking Dead sem Rick Grimes? Isso poderia realmente existir? Lincoln pensa que sim. Talvez este não seja um show sobre Rick Grimes sobrevivendo no apocalipse zumbi no final das contas, mas sim sobre o seu jovem filho crescendo nele. “Absolutamente”, diz Lincoln sobre uma mudança potencial do pai Grimes para o filho.

“Absolutamente. É lindamente configurado para isso – para que a câmera seja realmente sua história, e então ela simplesmente muda. Se alguma vez houve uma paisagem ou um ambiente para fazer isso, é o nosso show. Mas, se vai ser ou não nesta temporada… bem, você tem que descobrir, não é?”

Lincoln não é o único que pensa que o show pode continuar sem ele. O criador dos quadrinhos de The Walking Dead, Robert Kirkman, diz: “Eu acho que poderia”, quando perguntado sobre o show continuando sem sua estrela. “Andy é o líder deste show e sua dedicação ao show é absolutamente inspiradora”, diz ele. “Todos simplesmente olham para ele e ele é uma grande parte desse show. Mas temos um conjunto muito forte, e há muitos personagens que podem levar o show. The Walking Dead é uma história sobre um mundo e um grupo de pessoas que habitam esse mundo.” No entanto, Kirkman acrescenta: “Não acho que tenhamos que nos preocupar com isso em breve”.

O showrunner Scott M. Gimple também diz que The Walking Dead pode sobreviver a perda de Lincoln. “Absolutamente,” diz Gimple. “Nós apenas arranhamos a superfície desse mundo. Não queremos continuar sem Rick Grimes, mas novamente, em 20 anos, 30 anos, quem sabe?”

Gimple também aponta para o modo como o show lidou com a morte no passado como um guia para como se poderia lidar com a perda de seu personagem mais importante. “Perdemos atores fantásticos e personagens fantásticos, porque isso faz parte da narrativa”, diz Gimple, “E sempre somos obrigados a prosseguir e descobrir uma maneira de fazer a narrativa funcionar e tornar o show o melhor possível depois de perder pessoas. Então, não acho que nenhum show esteja mais preparado para perder pessoas do que The Walking Dead, infelizmente. A medida que o show continua e continua, quem sabe? Mas também estou certo de que o faremos de uma maneira que não apenas contribua para a narrativa e mas também torne a história mais rica por perder essas incríveis pessoas”.

Então é isso, indícios de que uma transição para um The Walking Dead sem Andrew Lincoln, que pode acontecer ainda nesta temporada, ou até a 30ª temporada.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.